top of page

Escondido em Plena Vista

Updated: May 10, 2023

Escondido em Plena Vista faz parte da iniciativa Efeito Estufa do Festival Jardins Abertos - 3 projetos de arquitectura e 6 artistas criando obras em 3 jardins botânicos em Lisboa. A apresentação fotografada decorreu no dia 25 de Maio.



Sinopses


Desde o início da memória, o vestuário é um elemento essencial para o ser humano. Todas as sociedades registradas praticam algum tipo de decoração e/ou proteção do corpo por meio de tecidos, peles de animais e até pigmentos aplicados diretamente na pele. O papel utilitário e cultural do vestuário na sociedade torna-o um espelho perfeito para refletir os valores praticados.


Since the beginning of memory, clothing has been an essential element for humans. Every society recorded practices some sort of decoration and/or protection of the body through fabrics, animal skins, and even pigments applied directly to the skin. The utilitarian and cultural role of garments in society make it a perfect mirror for the society itself by reflecting its values.

Na cultura aristocrática europeia, como mostra o Museu do Traje, vestir com cores raras (azul, vermelho, roxo, e verde) e tecidos de luxo extremamente complexos mostrava riqueza e status social - reservado apenas para os mais ricos. Em contraste, as culturas indígenas tendem a abordar as roupas de um lugar de profundo respeito e conhecimento ancestral pelos materiais locais e pela proteção espiritual que as plantas traziam. Agora, no século 21, as roupas e a moda valorizam quantidade sobre a qualidade, tendências sobre o significado e o preço sobre o valor. Mas não precisa ser assim.


In European aristocratic culture, as shown in the Museum of Traje, dressing in rare colors and extremely complex luxury fabrics showed wealth and social status - reserved for only the wealthiest. In contrast, indigenous cultures tend to approach garments from a place of deep respect and ancestral knowledge for their local materials and the spiritual protection the plants brought. Now in the 21st century, garments and fashion value quantity over quality, trends over meaning, and price over value. But it doesn’t have to be this way.

Escondido em Plena Vista desafia o papel degenerativo das roupas hoje, propondo um retorno às roupas regenerativas que honram a terra através do tingimento natural. Uma série de capas vestíveis e uma área de gratidão pelas plantas, os visitantes são incentivados a pensar nas roupas como uma fonte de força, significado e sabedoria.


Hidden in Plain Sight aims to challenge the degenerative role of garments today, proposing instead a return to regenerative clothing which honors the earth through natural dyeing. Through a series of wearable capes and an area of gratitude for the plants, visitors are encouraged to think about garments as a source of strength, meaning, and wisdom which reflects their values.

Cada uma das capas (que os visitantes podem usar!) é tingida e estampada com as plantas que crescem no Parque Botânico Monte-Mor - contando uma história única sobre as plantas e as qualidades que nelas são refletidas. Arte vestível que conta histórias, conecta o portador à sua própria natureza, e celebra a abundância de plantas locais.


Each of the capes (which visitors are encouraged to wear!) is dyed and printed with the plants growing in Monte-Mor Botanical park - telling a unique story about the plants and the qualities reflected in them. Wearable art that tells stories, connects the wearer to their own nature, and celebrates the abundance of local plants.


Longos painéis de tecido pendurados no jardim também serão tingidos e estampados com as plantas que crescem livremente no parque botânico - criando uma espécie de mapa para as cores, padrões e texturas que podem ser realizados usando apenas o material que já cresce no espaço . Nesta área de painéis, os visitantes são incentivados a se maravilhar com os corantes e estampas surpreendentes que inspiram respeito, gratidão e admiração por todas as plantas.


Long panels of fabric hanging through the garden will also be dyed and printed with the plants growing freely in the botanical park - creating a sort of map for the colors, patterns, and textures that can be accomplished using only the material already growing in the space. In this area of panels, visitors are encouraged to marvel over the surprising dyes and prints ultimately inspiring respect, gratitude, and wonder for all plants.



Obrigada á equipa de Jardins Abertos por organizar esta importante iniciativa - Efeito Estufa. E a toda a direção e funcionários do Museu do Traje e do Parque Botânico Monteiro Mor pela partilha e atenção.

Fotos por @patriciafphotog





25 views0 comments

Recent Posts

See All
bottom of page